22 de Março – Dia mundial da água: Preservar a água é valorizar a vida

O Dia Mundial da Água foi instituído pela ONU em 22 de março de 1992 e tem como finalidade levar a população a se sensibilizar a respeito dessa valiosa substância.

Devemos dar relevância a este recurso natural tão importante para nós, pois 70% do nosso corpo é formado por água, isso é um bom motivo para começarmos a pensar neste recurso essencial para a sobrevivência de todos os seres vivos.

Isso nos leva a parar e refletir sobre algumas informações, apenas 0,77% esteja disponível para o consumo humano em lagos, rios e reservatórios subterrâneos, sendo que esta quantidade não está distribuída igualmente por todo o território, consequentemente, existem locais onde esse recurso é considerado bastante valioso. Em virtude dessa desigualdade de distribuição, em várias regiões ocorrem verdadeiros conflitos por água.

Além da escassez de água em algumas regiões, enfrentamos ainda o problema da baixa qualidade. A poluição causada pelas atividades humanas faz com que a água esteja disponível, porém não esteja própria para o consumo. Dados da UNICEF, mostra que 20% da população mundial não tenha acesso à água limpa e, cerca de 1400 crianças menores que cinco anos de idade morrem todos os dias em decorrência da falta de água potável, saneamento básico e higiene.

O acesso regular à água potável tem causado preocupação, principalmente em áreas periurbanas que abrigam a população socialmente excluída. A falta ou a precariedade do acesso à água representa situação de risco que propicia aumento da incidência de doenças infecciosas agudas e da prevalência de doenças crônicas.

A Assembleia Geral das Nações Unidas declarou, em 2010, através da Resolução A/RES/64/292, que a água limpa e segura e o saneamento básico são direitos humanos. Sendo assim, a água de qualidade e o saneamento básico passaram a ser um direito garantido por lei. O uso racional da água e sua preservação são fundamentais para garantir qualidade de vida para a nossa geração e para as futuras. Faça uso consciente da água!

A motivação seria a exigência de uma postura solidária, onde cada indivíduo busque utilizar a água de forma racional, levando assim as futuras gerações, a ter acesso a este recurso e ao mesmo tempo, termos uma postura de sustentabilidade. Nesta perspectiva, devemos associar equidade e equilíbrio no intuito de intervir nesse cenário que já se apresenta se como caótico, no que diz respeito ao acesso e consumo de água, bem como, atuar de forma a prevenir o aumento da degradação e consequente vulnerabilidade de determinados grupos já privados do acesso à água potável.

 Prof. Dra. Lilian Christian Domingues de Souza

Engenheira agrônoma