Acadêmicos do curso de Psicologia da Faculdade de Ciências Sociais de Guarantã do Norte celebram o Dia das Mães

Em comemoração ao Dia das mães, os acadêmicos do curso de Psicologia do 2º semestre, turma A, prestaram homenagem às mães da turma de Psicologia, no dia 11 de maio.

Os acadêmicos fizeram um vídeo com fotos das alunas com seus filhos, entregaram uma flor com cartão a cada uma e ainda recitaram um belo poema de autoria do acadêmico Welisson Noleto.

Segundo os acadêmicos, trata-se de uma singela homenagem para as valorosas mães, colegas e parceiras em sua jornada acadêmica.

Confira o vídeo através do link: https://youtu.be/B44AmQ-uKTE 

Abaixo segue na íntegra a mensagem feita pelo acadêmico Welisson:

PARA AS MÃES DA PSICOLOGIA
Acadêmico Welison Noleto, segundo semestre de Psicologia

Definir você mãe, não é simples, nem tampouco fácil. Palavras sempre irão faltar. A você, uma missão única por Deus foi dada, na qual só você mulher pode realiza-la, o ato de ser mãe. E quando falamos essa palavra, que é tão forte, logo vem algo que não podemos deixar de falar. O amor, talvez, seria a palavra mais próxima de ser mãe. O amor demonstrado por você é diferente, é único, e sempre permanece o mesmo. Então você mãe, que sabemos por várias vezes teve que sorrir, quando no fundo precisava ou necessitava era mesmo chorar; que por várias vezes não ter fome, pois a sua alegria e satisfação está naquela para o qual foi chamada a cuidar. Você mãe, que possui um amor que tudo suporta, que espera e jamais desiste, e sempre perdoa. E mesmo, as vezes, tomou atitudes equivocadas, só nos revela que você continua amando e nos mostra que também tem suas limitações, porém luta para ser a melhor. Como vocês dizem “só quem é mãe sabe”, entendi que isso é verdade. Você faz e não espera nada em troca; faz porque ama; ensina o que é bom; e tem como único desejo que o ato de amor possa ser recebido. Está sempre lutando, porque se importa. Briga conosco, às vezes, porque quer o nosso bem. Seu papel ninguém pode fazer por você. Você pode sim realizar essa missão.
Deus te fez tão grande no seu interior, para que quando situações inesperadas aconteçam, você continue acreditando que foi você sim, escolhida para ser mãe. E se você me perguntar ou me disser que não pode ter filhos, vou responder: existe um Deus que faz além do que você pode imaginar, e onde era estéril, passa a ser fértil com apenas um ato do Seu poder. Nunca se esqueçam, vocês são únicas e são chamadas a fazer o mundo continuar.
Provérbios (31; 25-30) nos diz: “reveste-se de força e dignidade; sorri diante do futuro. Fala com sabedoria e ensina com amor. Cuida dos negócios de sua casa e não dá lugar à preguiça. Seus filhos se levantam e a elogiam; seu marido também a elogia, dizendo: ‘muitas mulheres são exemplares, mas você a todas supera’. A beleza é enganosa, e a formosura é passageira; mas a mulher que teme ao Senhor será elogiada”.

Ascom/FCSGN