Primeira Turma de Direito da Faculdade Unifama participa da II Mostra de Sociologia

Trabalhar a teoria e a prática. Este foi o objetivo da II Mostra de Sociologia, promovida pelo curso de Direito da Faculdade Unifama, para os acadêmicos do 1º semestre A e B, durante a disciplina de “Sociologia”, ministrada pela prof. Luciene Bueno Barbosa, no Auditório da Instituição, no dia 8 de março.

A Mostra consistiu na apresentação de duas importantes obras no ramo jurídico: A turma do 1º semestre A apresentou “O caso dos Exploradores de Caverna” e a turma do 1º B apresentou “O Príncipe”.

Segundo a professora Luciene, através da Mostra, os acadêmicos puderam fortalecer o conhecimento, a capacidade de raciocínio e a capacidade de defender a sua ideia.

Ela explica ainda sobre a importância destas leituras para o acadêmico: “No caso dos Exploradores de Caverna: Demonstrar a realidade social e a justiça, como valor fundamental, estão presentes em todos os momentos da vida do Direito: na elaboração de normas, na sua interpretação e aplicação, nas sentenças, pareceres, petições e recursos. Aceitar as normas jurídicas estabelecidas como inexorável imposição dos detentores do poder é negar ao jurista outra tarefa, que não seja a de executor mecânico das mesmas, significa desnaturar o Direito”.

Já a obra O Príncipe, de acordo com a professora, é fundamental para se estudar o pensamento maquiaveliano, o pano de  fundo da Europa naquele período, do ponto de vista das ideologias e do pensamento humano: “Maquiavel assistia em seu tempo um maior questionamento do poder absoluto dos reis ou de alguma dinastia, como os Médici em Florência, uma vez que nascia uma elite burguesa com seus próprios interesses, com a exacerbação da ideia de liberdade individual. Questionava-se o poder teocêntrico e desejava-se a existência de um príncipe que, detentor das qualidades necessárias, isto é, da virtú, poderia garantir a estabilidade e defesa de sua cidade contra outras vizinhas”.

Ascom/Unifama